MAPEAMENTO DIGITAL DE SOLOS


O mapeamento digital de solos (MDS) é um conjunto de técnicas para facilitar a coleta, armazenamento, análise, interpretação e confecção de mapas de solos. No MDS, utilizam-se dados e informações de solos existentes, aliados a novas tecnologias (imagens de sensores remotos, sistemas de informação geográfica, instrumentos para a coleta in situ e georreferenciada), os quais permitem, por meio de modelagem matemática, a elaboração de mapas de diversos atributos e de classes de solo, com acurácia conhecida.


Em 2010 a Embrapa e a UFRRJ criaram a Rede Brasileira de Pesquisa em Mapeamento Digital de Solos – RedeMDS, que organiza os pesquisadores em MDS no País, promove o avanço do conhecimento e elabora projetos com ampla abrangência para o mapeamento dos solos brasileiros.


Quem ganha com isso


Neste primeiro momento, a comunidade científica. Posteriormente, organizações públicas e privadas e administradores públicos que tomam decisões, extensionistas rurais e produtores rurais cujas propriedades tiverem seus solos mapeados utilizando técnicas de MDS.

Abrangência geográfica


A RedeMDS tem membros de todo o Brasil e interage com instituições da América Latina e Caribe, e aquelas vinculadas ao Consórcio global GlobalSoilMap.net e à iniciativa global Global Soil Partnership.


FONTE: EMBRAPA