RE:JERSEY – PUMA testa o Projeto Reciclagem de Vestuário, usando kits de futebol antigos


Imagem: Fornecida pela Puma

A empresa esportiva PUMA lançou um novo projeto, um processo de produção inovador para usar as camisas de futebol existentes para produzir novas. Esta iniciativa visa reduzir o desperdício e abrir caminho para modelos de produção mais circulares no futuro.


O processo usado no RE:JERSEY significa que roupas antigas com logotipos, bordados e emblemas do clube, que antes dificultavam os esforços de reciclagem para transformar roupas velhas em novas, agora podem ser usadas. O projeto RE:JERSEY toma os kits de futebol como o principal ingrediente para criar fios para novas camisas.


No processo de reciclagem utilizado para o projeto RE:JERSEY, as roupas são decompostas quimicamente em seus principais componentes (despolimerização). As cores são então filtradas e o material é quimicamente reconstituído para criar um fio (repolimerização) com as mesmas características de desempenho do poliéster virgem.


Enquanto os kits de futebol da PUMA no mercado hoje já são feitos de poliéster 100% reciclado, os kits RE:JERSEY são feitos com 75% de camisas de futebol reaproveitadas. Os 25% restantes vêm do SEAQUAL ® MARINE PLASTIC1.


“Com o projeto RE:JERSEY, queríamos desenvolver maneiras de reduzir nosso impacto ambiental, respeitar recursos e reutilizar materiais”, disse Howard Williams, diretor de tecnologia de vestuário da PUMA. “Os insights que obtivemos com RE:JERSEY nos ajudarão a desenvolver mais produtos circulares no futuro.”


Os produtos feitos no projeto RE:JERSEY serão usados em campo durante o aquecimento pré-jogo pelos clubes PUMA Manchester City, AC Milan, Borussia Dortmund e Olympique de Marseille. As equipes usarão as camisas antes de seus respectivos jogos da liga no final de abril e maio, começando com o Manchester City contra o Watford em 23 de abril.